Miguel Neves de Oliveira

O trabalho de Miguel Neves Oliveira é uma ode à arte despretensiosa, ainda que nasça de um cruzamento entre a arte bruta, a land art, o impressionismo e o expressionismo. Maioritariamente centrada na escultura sobre madeira, confrontada com materiais como tinta plástica, pigmentos, resinas e esmaltes, a sua obra apela sempre a uma consciencialização da natureza, com um particular enobrecimento das matérias-primas. Miguel encontra inspiração na genuinidade da existência… no confronto entre o ser isolado e o ser em comunidade, nos afetos, baseado na observação, no ser, no viver. “A inspiração para mim é a vontade! Entre outras coisas, de voltar ao atelier e começar de novo ou continuar a obra que me espera... É o meu espaço de liberdade e isto é muito inspirador para mim.”

CAMINHO Fundação José Rodrigues, Porto 2016; "Civilização-Afecto" Galeria Metamorfose, Porto 2016; Gaia Arte/Onda Bienal Gaia, Seia; Gondomar 2016.